20/12/2010

.......................OKASAN...................


da esquerda pra direita teruko-filha-
Sara-nora-Okasan-e Eu!
Namorei meu marido por quatro anos e só depois(de construída nossa casinha)nos casamos.
Neste tempo todo, chamei minha sogra de D.Noêmia, nome que os empregados do tempo de plantação de tomate haviam lhe dado pois seu nome verdadeiro é Shizuka.
minha sogra é uma senhora japonesa de 82 anos, baixinha e delicada,,,nem mesmo
os anos duros na lavoura tirou a leveza de seus gestos e a mansidão de sua voz
eu sempre lhe digo que realmente ela faz jus ao nome(Shizuka-Calmo,Pacifico)
eu por minha vez sou estabanada,falo alto e gesticulo muito(herança de minha tia
descendente de italianos que me criou) alem de ser morena.
Isso me rendeu um apelido( Kaminari-Trovão )dado pelo meu sogro.
pouco tempo depois de casada ela me disse que gostaria muito que eu
a chamasse de Okasan,que quer dizer mamãe.(meu marido me segredou que ela havia ensaiado muito
antes de me pedir isso) mas eu não consegui...
Quando eu estava no Japão sempre lhe mandava cartas e também ligava e nestas ocasiões
chamava-a de Okasan e meu sogro de otosan o que a deixava muito feliz.
De volta ao Brasil isso se tornou algo tão natural que nem percebia que a chamava
dessa maneira, como eu era a única mulher entre filhas e noras que sabia dirigir
e alem disso morava nos fundos, era sempre eu que a levava nos médicos
um dia depois da consulta fomos almoçar no Sagami um restaurante japonês no shoping,
Como era self-service eu peguei meu prato e me virei para entregar o dela mas minha sogra
estava distraída e eu a chamei -Okasan! Nisso, a dona do restaurante que estava na porta recebendo os clientes começou a gargalhar e dizer -Okasan hahaha,Okasan hahaha e nos apontava
eu e minha sogra ficamos atônitas olhando, eu peguei minha sogra pelas mãos e saímos dali,minutos depois essa senhora nos viu e seguiu cabisbaixa enquanto eu e minha sogra conversávamos alegremente enquanto comíamos no Comida Mineira.

8 comentários:

  1. Um apelido carinhoso, fazendo a vontade dela, isso o que importava,não? beijos,lindo dia,chica

    ResponderExcluir
  2. Pssando pra desejar a vc e sua família MERII KURISUMASU!!
    Que papai Noel abençoe vc e toda a sua famíla, bjus!!!

    ResponderExcluir
  3. vc tem um coração generoso, conseguiu ter compaixão e ter um sentimento bom em relação a sua sogra, que deve ter estimar muito, como uma filha. porque para um japonês pedir para ser chamado de pai ou mãe, é porque tem muita estima pela pessoa.

    parabéns!
    bjs e aproveito pra te desejar um excelente natal pra vc e os seus, com mta paz, amor e fraternidade.

    ResponderExcluir
  4. Nadiru...
    Nunca mais soube nada de vc...de vez em quando passava por aqui, mas o blogue estava parado.
    Hoje vi seu comentário num post anterior lá no Banzai e vim aqui para te desejar Festas Felizes e que 2011 lhe traga os seus maiores desejos...e muito amor, paz e luz!
    BEIJOS CARINHOSOS

    ResponderExcluir
  5. Nadiru, um 2011 maravilhoso pra vc e sua famíla, muita paz, muita saúde e tudo de melhor pra vcs!!!

    Akemashite omedetou gozaimasu!!!

    ResponderExcluir
  6. Que estória linda e delicada Nadiru! E muito bem feito pra dona do tal self service...gente sem noção...bem feito. Coisa linda essa sua sogra ter te pedido pra chamar ela de mãe. Linda estória de ano novo, quando devemos repensar nossos gestos de amor, amizade, generosidade. Obrigada por suas palavras pra mim lá no meu Café. Te desejo um Feliz 2011 com muita paz e luz! beijos,

    ResponderExcluir
  7. Que lição a historia do restaurante! E que leveza voce traz no escrever! PArece mesmo com a Nadir que conheci há tantos anos! Leve!

    ResponderExcluir
  8. aaah!Audren!! vc veio me visitar!! que bom!!
    Adorei!!
    beijos

    ResponderExcluir